Quinta-feira
14 de Novembro de 2019 - 
Há 4 anos em Paty do Alferes.
Advocacia cível, criminal, família e trabalhista.
Advogados Mayra Islane Santana e Thomas Teixeira Pinheiro Bernardes
Atuação em Paty do Alferes, Miguel Pereira e Rio de Janeiro

E-Processos

Solicite liberação do acesso ao andamento de seu processo na recepção do escritório.

E-mail corporativo

Acessível somente ao escritório.

OAB/RJ comemora criminalização da homofobia

               Nádia Mendes Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito em razão da orientação sexual tornou-se crime graças ao entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) de que condutas homofóbicas e transfóbicas devem ser equiparadas ao crime de racismo. A pena prevista é de um a três anos, podendo chegar a cinco em casos mais graves, além de multa.   Por maioria de 8 a 3, o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) 26, de relatoria do ministro Celso de Mello, entendeu que houve omissão inconstitucional do Congresso Nacional por não editar uma lei que criminalize crimes contra pessoas LGBTI.    Para o presidente da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB/RJ, Henrique Rabello de Carvalho, com o entendimento de que homofobia e transfobia são violações de direitos fundamentais, o STF reforça, em um contexto de Estado democrático de Direito, seu papel constitucional  de proteção às minorias. "O dia de ontem deve ser comemorado por toda a sociedade como uma conquista na esfera dos direitos humanos, em particular porque o Brasil é recorde em violências e assassinatos de pessoas LGBTI, sem que este tema fosse devidamente regulamentado pelo poder legislativo", comemorou. "No mês do orgulho LGBTI essa conquista merece ser celebrada como um esforço conjunto dos movimentos sociais e da sociedade civil em busca de reconhecimento de direitos", disse.   Os ministros Celso de Mello, Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Cármen Lúcia e Gilmar Mendes votaram para enquadrar homofobia e transfobia na lei de racismo.
14/06/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  842271
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.